Dieta Mediterrânica como uma solução integrada de poupança

A melhor estratégia integrada de adaptação em tempos de crise


A dieta mediterrânica tem sido considerada como um dos padrões alimentares mais saudáveis do mundo. No entanto, as particularidades da dieta mediterrânica não estão apenas associadas a um padrão alimentar, mas sim a um estilo de vida para uma vida saudável.

As refeições das populações do mediterrâneo caraterizavam-se por um elevado consumo de hortícolas, fruta, pão e outros cereais pouco refinados, leguminosas e frutos secos; consumo diário se bem que baixo a moderado de leite e derivados, nomeadamente, o iogurte e o queijo; consumo de quantidades moderadas de peixe, aves e ovos em detrimento das carnes vermelhas; utilização do azeite como principal fonte de gordura; consumo baixo a moderado de vinho, principalmente nas refeições e ainda consumo de produtos frescos da região, da época e pouco processados. O modo de cozinhar também era muito peculiar, sendo o alho, a cebola, o tomate, o azeite, as ervas aromáticas e as especiarias elementos quase sempre presentes nos cozinhados, obtendo-se como resultado pratos com uma excelente combinação de vitaminas e minerais e ao mesmo tempo refeições deliciosas. A cozinha mediterrânica era caraterizada por uma cozinha simples onde predominavam as sopas, os ensopados e as caldeiradas, reservando para os dias de festa uma culinária mais rica e elaborada assim como iguarias mais caras e também mais ricas em açúcar, gordura e calorias. O prazer de estar à mesa, considerado como uma forma de convívio entre familiares e amigos era essencial para estas populações. A este padrão alimentar de excelência aliavam-se outros hábitos de vida saudáveis, como a prática diária de exercício físico.

Os benefícios para a saúde da alimentação mediterrânica são muitos, tais como proteção contra doenças cardiovasculares, alguns tipos de cancro e outras doenças crónicas: diabetes, colesterolemia, hipertensão arterial e obesidade.

Dieta Mediterrânica


  • Azeite como principal fonte de gordura.

    Fonte de ácidos gordos monoinsaturados, Vitamina e betacarotenos, com importantes funções na prevenção de doenças cardiovasculares.


  • Hortícolas, fruta, pão e outros cereais não refinados e leguminosas em abundância.

    Combinação excelente de vitaminas, minerais, fibra e água, que têm um papel importante na prevenção de doenças cardiovasculares e de alguns tipos de cancro. Fonte de hidratos de carbono que são fornecedores de energia.


  • Alimentos pouco processados, frescos e da época

    Alimentos da época possuem uma otimização do seu conteúdo em vitaminas e minerais.


  • Consumo de carnes vermelhas com moderação e maior consumo de peixe e ovos.


  • Laticínios diariamente, em quantidades baixas a moderadas.


  • Excelente fonte de proteínas de alto biológico, de minerais - cálcio e fósforo e de vitaminas.


  • Água como bebida de eleição.